Bebê arco-íris: o que é, qual o impacto e o significado vida dos pais

Escola da Parentalidade

Bebê arco-íris é o nome que se dá à criança que nasce de uma mãe que perdeu um bebê anteriormente ainda no ventre ou de forma precoce.

Não é difícil imaginar que em uma situação dessa os pais podem ter pensamentos e comportamentos diferentes do convencional. Por isso, é necessário algum profissional especializado para lidar com o assunto.

Enquanto mãe, você não ficaria mais tranquila se o profissional que te acompanha estivesse capacitado para isso? E enquanto profissional, você não gostaria de saber exatamente como agir nessa horas para o melhor dos pais? Um verdadeiro profissional da parentalidade é a melhor resposta!

Vamos falar mais sobre isso depois, afinal são muitos os impactos do nascimento de um bebê arco-íris. Seu significado pode se dar de várias formas para cada casal e, principalmente, para a mãe. Porém, antes vamos saber de onde veio essa expressão.

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

Bebê estrela e bebê arco-íris

Antes de falar exatamente desses seres de luz que chegam para a mãe após uma perda, precisamos voltar um pouco. Outro termo é muito utilizado quando falamos do luto perinatal, ou seja, a perda de um filho próximo à gestação.

Apesar da situação ser trágica, o termo “Bebê Estrela” tem um significado muito bonito. Já ouviu dizer que quando alguém parte dessa vida se torne uma estrelinha? É exatamente disto que surgiu o nome para esses pequenos que nos deixam antes mesmo de vir ao mundo muitas vezes.

Agora que você já sabe o que é um bebê estrela, vamos voltar para a o bebê arco-íris.

O que é bebê arco-íris? De onde surgiu essa expressão?

Você conhece o ditado: depois da tempestade, vem o arco-íris? É justamente desta expressão que se deriva o nome do bebê arco-íris. Ou seja, é uma criança que chega depois de um momento doloroso para sua mãe.

O bebê arco-íris costuma chegar após a perda de outro filho, mas não necessariamente. Ele pode ser uma luz no fim do túnel, a bonança após a tempestade, ou seja, a esperança após uma tragédia.

Este bebê não muda o que aconteceu, já que é passado, mas ele modifica o presente e transforma o futuro. São falas que você pode ter com a família desde o descobrimento da gestação.

E quando ele chega, será que fica tudo bem?

A chegada do bebê arco-íris

Este bebê geralmente nasce após um ano da tragédia, aproximadamente. Todos os filhos são dádivas divinas, mas este chega de uma forma diferente, uma vez que, em geral, não é esperado ou vem depois da perda de uma (ou mais) crianças muito desejadas.

O bebê arco-íris somente tem esta denominação nos casos acima, isto é, com a chegada após mais ou menos um ano da tragédia. A exceção acontece se a superação da perda não aconteceu mesmo após esse período. Em outros casos, não se aplica.

Esses esclarecimentos são importantes para a família entender bem a gestação arco-íris e suas consequências. Lembrando ainda que pode ser após uma perda ou mais.

O nascimento gera acúmulo de emoções

A chegada do bebê arco-íris traz muitos impactos para a vida da mãe porque ela voltou a ter esperança com o nascimento de um filho. Contudo, é importante que os familiares entendam que não será fácil essa modificação em suas vidas, já que haverá acúmulo de emoções. É comum que em meio às alegrias da vida do bebê arco-íris, a mãe reviva a dor da ausência do(s) bebê(s) perdido(s). O profissional da parentalidade pode oferecer este suporte, com orientações, informações e incentivos.

Os parentes mais próximos devem ser orientados a compreender os momentos de angústia e tristeza da mãe, trazidos com as recordações do outro filho, pois elas são inevitáveis. O bebê arco-íris tende a trazer luz após a escuridão, mas nem sempre este processo é fácil e pode ser um pouco demorado, com muitos medos, inseguranças e receios.

Portanto, indica-se muito diálogo, paciência e compreensão. O bebê estrela não deve ser negado, seu luto precisa ser vivido, pois dele virá a superação. Oriente a família que eles precisam estar presentes para o extravasamento das emoções, para que seja possível recomeçar bem após o nascimento do bebê arco-íris.

Cuidados na medida para o bebê

Os medos, inseguranças e receios de experimentar com o bebê arco-íris pelos momentos vivenciados com o bebê estrela são comuns. Contudo, deve-se estar atento aos excessos de proteção e mimos ao bebê, pois podem prejudicar o desenvolvimento da criança. É comum que a mãe do bebê arco-íris tenda a esses excessos, por isso o profissional da parentalidade deve estar atento e orientar a mãe para que ela cuide do bebê evitando os comportamentos excessivos.

Oriente que o bebê arco-íris não pode ser considerado um substituto para o filho que teve fim trágico, pois pessoas não são substituíveis. Esta é uma vida nova, que veio para trazer esperança à família, e sua personalidade é diferente da do outro. Se ela entender como substituto poderá gerar crises de identidade ao novo filho e isto é muito prejudicial.

Incentive o diálogo com a mãe, indicando que o filho que chegou é uma nova pessoa, com características diferentes. Não é porque aquele teve problemas respiratórios que este vai ter também; aquele possuía sistema imunológico debilitado, este pode não ter, e assim por diante.

Gestação arco-íris

No momento da orientação à família, especialmente à mãe do bebê arco-íris, é mais adequado falar em gestação arco-íris. Assim, livra-se o bebê da grande responsabilidade que ele tem em suas costas, mesmo antes do seu nascimento.

A gestação arco-íris é o símbolo de uma vida nova, de um recomeço após a tormenta, e o ponto alto desse novo início é o bebê, que preencherá de amor um vazio que sempre existirá.

Related Posts